A MAIOR DESCOBERTA DA MINHA VIDA! - Segredos da Maternidade

sexta-feira, 17 de junho de 2011

A MAIOR DESCOBERTA DA MINHA VIDA!




Com a maternidade você fará grandes e reveladoras descobertas, arrisco a dizer que talvez, você fará a maior, a melhor e a mais linda descoberta de toda a sua vida, assim como eu fiz a minha. 

Quando eu descobri que estava grávida, eu não sabia quase nada dessa vida e um turbilhão de sentimentos invadiu minha mente, era uma mistura de alegria, medo, preocupação, pensamentos que iam e vinham o tempo todo me deixando igual a uma barata tonta.  Tive muito medo de não saber como cuidar de um bebê, de não dar conta do recado e de não saber amar. Passei os nove meses com muitas dúvidas e pouquíssimas certezas.

Mas, no dia do parto, no exato momento em que segurei minha filha em meus braços pela primeira vez, todos esses pensamentos deram lugar a uma única e indescritível sensação: de que o amor havia se materializado literalmente em minhas mãos.  Opa,  como assim? Eu sempre ouvi dizer e acreditei cegamente que o amor é um sentimento invisível, que ele não tem forma, não tem cheiro e não é palpável. Como eu poderia estar sentindo aquilo? Guardei aquela sensação só pra mim.

O tempo passou e eu me tornei mãe novamente, já bem mais calejada e experiente, dessa vez não dei lugar para as dúvidas e incertezas, sabia que de um jeito ou de outro, eu daria conta do recado. Fui para sala de parto tranquila, sem me dar conta daquela sensação que invadiu meu peito nove anos atrás, mas por incrível que pareça, quando segurei meu 2º filho pela primeira vez em meus braços, olhei para o rostinho dele e acalentei seu choro em meu peito, aquela sensação voltou, e, voltou com uma intensidade ainda maior, só que dessa vez não era uma simples sensação, eu tive uma certeza, uma certeza A.B.S.O.L.U.T.A!

Foi naquele exato momento que eu fiz a maior descoberta de toda a minha vida: eu descobri que o amor não é invisível como a maioria das pessoas dizem. Ele tem forma, tem cheiro, é palpável e se materializou em minhas mãos por duas vezes.


 Eu descobri que o amor tem nome e, a partir desse dia, passei a chamá-lo de Laís e de Luís Henrique. 








5 comentários

  1. Elaine, que coisa linda!
    amei seu post, amei amei
    a maternidade é uma delixia demais!
    Beijocas
    Iris Mussi
    irispedrosbiel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. É totalmente palpável!
    A gente vê, cheira, toca, sente e ele cresce incrivelmente a cada dia, como pode?
    É muito amor.
    Lindo post Elaine...como amor de filho nos inspira...revela o melhor da gente.

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu post, lindo demais. E seu blog tbm está perfeito!! Comecei a escrever um blog tbm, mas nem sei mexer direito. Se puder me dar umas dicas de como configurar...
    Beijuuuu

    ResponderExcluir
  4. Ai que posts lindos mãe
    Bjaaaaaaaaaaaaao

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine, vim agradecer sua visita no meu cantinho e claro, conhecer o seu sua família linda!
    Imagino que este amor seja inexplicável ainda não sou mãe, mas sei que a intensidade desse amor aumenta quando realizamos esse sonho, sei e creio que em breve saberei o que é tudo isso rs..

    Passa no blog, tem sorteio lá, quem sabe não ganha hein??

    Bjus

    ResponderExcluir

Comente, dê sua opinião, compartilhe experiências...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...