QUARENTEI!!




            Confesso que a ideia de que esse ano eu completaria 40 anos me deixou muito pensativa, algumas vezes até deprimida, hahaha.  Olhei pra trás e vi quanta coisa legal eu já tinha feito e vivido, mas ao mesmo tempo olhei pra frente e percebi quanta coisa eu ainda queria fazer e viver. Será que vai dar tempo? Uma sensação estranha tomou conta de mim, é como se eu tivesse acordado e percebido que eu dormi demais, perdi a hora e agora estou com muita pressa para realizar tantos sonhos e tirar da gaveta tantos projetos legais.

Por muito tempo e principalmente depois da chegada dos filhos, me coloquei em segundo plano e não me priorizei. Sempre arrumei tempo pra tudo e para todos, mas não para mim. Eu tenho a péssima tendência de sempre me deixar para depois, primeiro eu organizo e faço a vida da minha família funcionar e se sobrar tempo, eu faço algo para mim e por mim. Mas percebi que isso não estava me fazendo bem e que minhas prioridades e vontades são tão importantes quanto às deles, por isso resolvi priorizar meu tempo e fazer coisas que me trazem paz, me preenchem e me deixam feliz! 

Percebi que eu precisava urgentemente cuidar de mim, voltar a me enxergar, me amar, me entender, me redescobrir, porque nesse tempo todo eu me perdi de mim mesma. Quem eu sou? Do que eu gosto mesmo? Quais são minhas prioridades? Que momento do meu dia eu cuido de mim?

Comecei resgatando coisas simples no meu dia a dia, como ler um livro, já que a leitura é algo essencial na minha vida. Tenho sempre um ou dois  livros na cabeceira da minha cama e eu tinha abandonado esse hábito sem me dar conta do quanto isso era importante para mim.

Outra coisa que eu descobri que me faz muito bem é correr, nunca pensei que diria isso um dia. A corrida me conecta comigo mesma, me desafia e me proporciona uma sensação incrível de bem estar. Como eu esperei tanto tempo para descobrir isso?

Descobri também que ser fotografada é algo que eu gosto muito, mas por causa da “idade” eu achava que esse tempo já havia passado, não era mais para mim e, acabei deixando de lado algo que me faz tão bem. Por isso, convidei o maridão para me fotografar em casa mesmo e, essa foto faz parte desse resgate na minha vida.

Hoje me permito horas vagas, tempo para mim, para cuidar da minha pele, do meu cabelo, das minhas unhas e do meu corpo, arrumo tempo para correr atrás dos meus sonhos pessoais, planejar tantos outros que nem sei se realizarei, mas o simples fato de planejá-los já me enche de alegria. Eu percebi que há vida além da maternidade e que existe uma mulher de apenas 40 anos de idade cheia de sonhos habitando em mim.




             

Share this:

, , , , , , ,

CONVERSATION

0 palpites:

Postar um comentário

Comente, dê sua opinião, compartilhe experiências...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...