Mãe de prematuro…



Hoje assistindo um programa na tv que falava sobre bebês prematuros, fiquei emocionada e minha mente viajou novamente para aqueles dias em que passei em uma UTI Neonatal ao lado do meu “pequeno” guerreiro. Como são fortes estas lembranças, acho que não esquecerei jamais, aliás, nem quero mesmo!

Nestes 10 dias em que minha vida virou de cabeça para baixo, posso dizer com toda a certeza, que o dia mais difícil foi o dia do parto onde eu não tive o prazer de  segurar meu filho nos meus braços. Ahhh como eu esperei por esse momento e ter que voltar pra casa sozinha,  sem minha barriga e sem meu bebê não foi tarefa fácil, não é pra qualquer uma, tem que ser muito forte e  ter muita fé.

Sentimentos opostos eram constantes e contínuos na minha vida e creio que na vida de qualquer mãe de prematuro. Os dias não passam, as horas se arrastam e os sentimentos ficam à flor da pele. Você chora por qualquer coisa: assistindo TV, observando um pássaro e até cheirando uma flor. A vida parece que perde as cores, o sentido, a razão, tudo fica cinza de repente, sem direito a qualquer aviso.

 Cada visita naquela UTI  Neonatal era repleta de alegria misturada com dor e preocupação. Olhar aquele serzinho tão esperado, tão amado, mas ao mesmo tempo tão frágil cercado de tantos aparelhos, tantas enfermeiras, tantos bips, é de doer o corpo, a alma e o coração.  É oxigênio, é sonda, é incubadora, é luz, é medidor de saturação e muito mais, tudo ligado ao mesmo tempo e bipando a cada minuto. E ele está ali, pelado, sem nenhuma meinha nos pés, que aflição...

Você sente vontade de colocar nele aquele  tip-top lindo que você comprou pra ele usar logo no primeiro dia, mas olhando bem,  dá pra perceber que vai demorar um bom tempo até ele caber lá dentro. Uma fralda RN consegue ficar enorme naquele corpinho tão pequenininho, tão magrinho e tão enrrugadinho ainda.

O Banco de Leite do Hospital passa a ser o ponto de encontro das mães de UTI, lá consolamos umas às outras e garantimos o leite de cada dia para os nossos pequenos guerreiros.

Ao mesmo tempo em que você quer que tudo aquilo acabe, que todos possam ir pra casa o quanto antes, você tem medo e receio de não saber cuidar dele como as enfermeiras fazem com tamanha destreza.

Ser mãe de prematuro é conviver diariamente com o novo, com o desconhecido, com o medo, com a insegurança, com a incerteza,  temos medo do vento, da chuva e do frio. Outras vezes é conviver com a certeza, com a superação, com a dedicação e com a fé. São sentimentos que se misturam, se fundem e nos fortalecem a cada dia.

É um universo gigantesco e tão pequeno ao mesmo tempo. Tudo parece tão frágil, tão pequeno, tão vulnerável. Cada dia é uma vitória, cada aparelho que vai sendo desligado é uma conquista, cada ml de leite que é tomado é um avanço, cada grama engordada, um suspiro de alívio.

Estar ali, naquele lugar cheio de “pequenos guerreiros”, cheio de aparelhos, cheio de gente, cheio de amor e cheio de fé, não é para qualquer um. Poder ouvir as mais lindas histórias, sentir os mais sinceros sentimentos, ver a verdadeira doação,  presenciar pequenas vitórias diárias e a superação de mães e filhos, é um privilégio.


Ser mãe de prematuro é perceber que “pequenos bebês” nos ensinam as maiores lições! 


bebê prematuro

Share this:

, , , , , , ,

CONVERSATION

3 palpites:

  1. Oi Elaine,
    Prematuros nos ensinam e muito e passamos a ter fé e força que nem sei de onde as tiramos. Por aqui, a sensação é que o período que nossa filha nasceu e ficou em UTI Neo, foi intenso e pareciam dias duradouros até chegar o grande dia da alta.
    São bebês muito especiais e aprendemos e muito sobre esse universo prematuro.
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fui lendo isso e passando ma mimha cabeça um filme da historia da mimha linda vitoria minha filhotaa

    ResponderExcluir
  3. nossa belas palavras,disse tudo são muitos tipos d emoção dentro da gente,as forças surgem de onde nem imaginamos.

    ResponderExcluir

Comente, dê sua opinião, compartilhe experiências...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...